Novo banco de desenvolvimento: BRICS

Banco dos Brics_06Na véspera do lançamento do NBD (Novo Banco de Desenvolvimento), durante a 7ª Cúpula dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), Conectas, organizações parceiras e movimentos sociais reivindicaram que o novo Banco respeite quatro princípios básicos de desenvolvimento sustentável e direitos humanos. Em carta enviada às autoridades dos cinco países, as entidades ressaltaram que o NBD deve promover desenvolvimento para todos. Isso inclui o apoio financeiro a projetos acessíveis, inclusivos e participativos que respeitem as culturas locais e o meio ambiente. Além disso, as organizações demandaram que a instituição seja democrática e transparente, garantindo às comunidades impactadas pelos projetos financiados pelo banco, acesso à informação e capacidade para influenciar investimentos e decisões. Para mais informações, clique aqui.

Conectas e Rebrip (Rede Brasil pela Integração dos Povos) atuaram para que o NBD fosse objeto de debates públicos nas comissões do Congresso Nacional, por ocasião da tramitação do processo de ratificação do Acordo Constitutivo da instituição multilateral. As organizações enviaram cartas ao relator da matéria e ao presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado pedindo transparência no processo de aprovação do tratado.

Banco dos Brics_05