Conectando o Sul Global

Um dos objetivos fundamentais da Conectas é fortalecer o trabalho individual e coletivo de defensores de direitos humanos do Sul Global – América Latina, África e Ásia. A fim de fazer isso, Conectas esforça-se para garantir a existência de uma forte rede de defensores de direitos humanos e contribuir para um movimento global coordenado e ativo.

A organização mantém e fomenta essa rede em  países e regiões de todo o Sul Global, reforçando o impacto do trabalho de cada defensor(a) por meio dessas parcerias.

DESAPARECIMENTOS FORÇADOS EM AYOTZINAPA, MÉXICO.

Em setembro de 2014, desapareceram 43 alunos de uma escola rural em Ayotzinapa, estado de Guerrero, México. Desde então, a Conectas tem realizado diversas ações para dar visibilidade ao caso, que se tornou conhecido não apenas pela intensidade da violência, mas pelas evidências de envolvimento de agentes do Estado e do crime organizado nas desaparições forçadas. O caso se insere em um amplo contexto de violência no país que registra mais de 26 mil desaparecimentos no período de 2006 a 2014.

AYOTZINAPA1

A Conectas contribuiu para uma campanha global que exige esclarecimentos e a devida responsabilização dos envolvidos. A organização apoiou amigos e familiares dos estudantes desaparecidos na denúncia do caso em órgãos internacionais de proteção dos direitos humanos e participou de mobilização na Cidade do México em memória de um ano do desaparecimento dos estudantes. Para mais informações clique aqui, aqui e aqui.

 

 

Assista abaixo vídeo de estudantes brasileiros em memória a um ano do desaparecimento.

Leia aqui entrevista na Sur 21 com Gerardo Torres Pérez & María Luisa Aguilar, ativistas mexicanos, sobre a questão do desaparecimento forçado no País e o caso dos 43 estudantes de Ayotzinapa.